regulamentos.jpg

Empreendedorismo em TI: 4 caminhos possíveis

Postado por Equipe BandTec

Tags: Carreira de TI

Embora seja o desejo de muitos profissionais de TI atuarem em grandes empresas – até mesmo em multinacionais ou em cargos no exterior – outros já descartam, de imediato, essa possibilidade. O motivo é totalmente compreensível: a nobre vocação para empreender grita mais alto.Os caminhos do empreendedorismo em tecnologia da informação são vastos, porém, convergem em uma única perspectiva de atuação: a consultoria.  E para chegar ao posto de consultor renomado, é indispensável contar com uma formação sólida que abranja ampla visão de negócios, além das competências fundamentais em âmbito técnico e intelectual, sem esquecer que em TI ter conhecimento em uma língua estrangeira, como o inglês, é um requisito básico.

Inicialmente, o candidato a consultor deve escolher entre as três principais áreas da tecnologia da informação: Big Data & Analytics, Arquitetura de Tecnologia da Informação, Segurança Computacional e Computação Forense. Após a escolha de qual caminho de empreendedorismo em TI, a carreira em consultoria poderá decolar utilizando as seguintes “rotas de voo”:

Empreendedorismo em TI 4 caminhos possíveis

1. Startup

Trabalhar com ideias inovadoras e escaláveis em um cenário incerto e, de certa forma, desafiador, é uma das principais apostas para os empreendedores da TI. O foco é a criação e desenvolvimento de aplicações ou soluções replicáveis – ou seja, que podem ser vendidos ilimitadamente, sem a necessidade de grandes adaptações a cada nova venda.

O domínio de arquitetura de TI é fundamental para esse modelo de empreendimento. Afinal, as startups podem ser definidas como negócios provedores de soluções para o mercado, preenchendo os espaços vagos com ideias revolucionárias, capazes de facilitar rotinas e processos ou, até mesmo, quebrar antigos paradigmas de atuação, planejamento e operação.

2. Empreendedor corporativo

Outra rota bastante atrativa para os consultores é empreender alocado em uma corporação. Funciona da seguinte forma: o profissional de TI será o fomentador de ideias estratégicas para a evolução da empresa tanto interna, quanto externamente.

O conhecimento de vários setores tecnológicos, bem como, das principais possibilidades de integração dos processos em um contexto onde a velocidade e a redução de custos devem ser prioritárias, é indispensável para esse consultor.

O ideal é que ele esteja em constante aprendizado, equilibrando conceitos de Big Data – uma demanda cada vez mais comum em grandes empresas – arquitetura de soluções e segurança. O caminho mais curto para dominar tais áreas, é investir em pós-graduações e certificações reconhecidas internacionalmente.

3. Carreira solo

Alguns empreendedores possuem uma habilidade rara: conseguem liderar seus talentos com auto-suficiência, trabalhando melhor em “carreira solo”.  Esses consultores acabam sendo “convidados” pelas empresas, devido seu alto nível de especialização e conhecimento em soluções de TI.

Sua atuação ocorre, principalmente, em corporações onde é preciso criar planejamentos de sistemas integrados de gestão terceirizados, tanto funcionais − recursos humanos, marketing, contabilidade, etc. – quanto sistêmicos − softwares de apoio em tomadas de decisões, processamento de informações gerenciais e transações.

Por isso, os consultores que decidem seguir carreiras individuais necessitam de uma bagagem experiencial e prática nos mais diversos setores e aplicações e TI, para indicar alternativas assertivas em variados segmentos de negócios.

4. Montar uma empresa

Enfim, resta uma das alternativas mais desafiadoras: a criação de uma empresa de TI. Evidentemente, o início dessa jornada exigirá um plano de negócio e capital de investimento – adquirido com investidores-anjos ou empréstimos bancários.        

O empreendimento pode ser focada em arquitetura de soluções, softwares de segurança, terceirização de equipes forenses, desenvolvimento de aplicações e sistemas, tratamento de dados não estruturados, capacitação especializada dentre outras possibilidades.

Nesse caso, o ideal é reunir uma equipe de profissionais, cada qual especializado em uma área de TI, de modo a somar competências e habilidades, em prol da criação de serviços ou produtos que serão oferecidos ao público. Espelhar-se em grandes empresas de tecnologia, buscando descobrir as necessidades do mercado que ainda não foram supridas, é uma das melhores táticas para abrir um negócio de sucesso.  

vestibular2016

Equipe BandTec

Equipe de publicações da Bandtec Digital School


Nova chamada à ação

          

Posts recentes

Cursos Graduação

Cursos Graduação BandTec

Os cursos são práticos, com ênfase em atividades de laboratório, estudos de casos e projetos, que fazem parte do dia a dia das empresas.

Veja os cursos:

Cursos Pós-Graduação

BandTec-pos-graduacao

As especializações visam uma formação completa voltada à empregabilidade de seus alunos. assim, incluem a abordagem de questões técnicas, mas também uma ampla visão de negócios e troca de vivências profissionais.

Veja os cursos: